segunda-feira, 12 de setembro de 2011

The Last Song - O começo de uma nova vida - Part. 1



\\ Ronnie narrando ON //

Passávamos pela ponte. Minha cabeça encostada no vidro do carro me fazia lembrar do dia do incêndio. Queria tirar o mais rápido possível aquelas cenas de minha mente. Levantei a cabeça para logo em seguida abrir a janela do carro e deixar o vento passar por meu rosto deixando meus cabelos voarem.

O céu azul e claro me passava um pouco de paz. A imagem que eu começara a ver não era o que eu já estava acostumada, eram casas simples, muitas árvores e um clima um tanto calmo. Apesar de que nos fones em meu ouvido tocavam músicas altas e agitadas. Até que passamos por um tipo de casa, primeiro andar. Deveria ser bonita, se não tivesse ocorrido um incêndio lá. Alguns homens, em cima de escadas, entravam e saiam dela.

Isabella: Que coisa, não é? Era uma das construções mais antigas da cidade.

Minha mãe estava certa, realmente era triste. Depois da casa, fomos chegando cada vez mais perto da praia, o cheiro do mar já passava por meu nariz. É, teria de me acostumar, eu irá sentir esse cheiro por um bom tempo.

Isabella: Ronnie, promete que vai se comportar, ta?
Corey: O papai sabe que ela foi presa?
Eu: Corey, não fui eu ta legal? Não se mete!

Revirei os olhos. O Corey sempre me tirava do sério.

Isabella: Ah, finalmente chegamos.

O carro entrou em uma pequena entrada de terra, com algumas árvores à cercando. Pude ver meu pai, Ryler, no lado de fora, à nossa espera. Minha mãe parou o carro e o Corey foi o primeiro à descer, correu rapidamente para fora do carro, seu espanto foi expressado em um ‘Legal! ‘. Mamãe saiu logo em seguida, eu não, fiquei dentro do carro, não estava a fim de ver a cara do papai. Corey correu até o papai e o deu um abraço forte.

Corey: Papai!
Ryler: Ah, garotão, haha, como é que você está filho?
Corey: Eu to ótimo! E você pai?
Ryler: Haha, eu to ótimo!

Ai sim, decidi sair do carro. Mas ao contrário de qualquer outra filha, não corri até meu pai, andei calmamente. Meus cabelos castanhos escuro, amarrados em uma pequena trança para o lado; meu look rebelde e minha maquiagem mais ainda, já expressavam minha personalidade.  Até que fim o abraço do meu pai e do Corey se partiu em.

Ryler: Ah, que saudades!
Corey: Eu também estava
Ryler: Você cresceu em, 1 metro e 90? – brincou –
Corey: Hahaha

Corey se pendurou no pequena encosto de madeira que havia na subida e ao redor da escada, antes da entrada da casa.

Corey: Wow, você mora na praia mesmo?

Corey olhava radiante para a visão que a casa do meu pai nos oferecia, o mar calmo, o vento soprando para todos os lados.

Ryler: É isso ai
Corey: Show de bola!

Corey desceu do encosto rapidamente e foi em direção ‘à vista’, para não só ver mas também como senti-lá de mais perto.

Isabella: Não entra na água sem a gente em – gritou ela para Corey –

Parei de andar e olhei em volta. Para logo em seguida meus olhos seguirem até Isabella e Ryler, à quem eu deveria chamar de papai e mamãe – mas eu não fazia isso –. Eles se abraçaram, e foi ai que tomei coragem e subi às pequena escadas.

Ryler: Lembrei que a gente tem dois filhos – deu uma tapa na própia testa – Oi Ronnie

Cheguei até eles, parei de frente a Ryler por mais ou menos 5 segundos.

Ryler: Como é que você está, meu amor?

Ele veio me abraçar, mas eu desviei. Passei pelo meio dele e da Isabella e desci pelo outro lado da escada.

Ryler: Ah? – sem entender –  Puxa!
Isabella: Você ainda não viu nada

Caminhei até a praia. As pessoas me olhavam, afinal, eu deveria estar com uma roupa de banho, mas não, eu estava com uma roupa normal, aliás, muito fechada para o calor que havia ali [look aqui]. Apesar disso, eu não estava nem ai para o que elas pensavam de mim. Era impressionante aquela praia, haviam até brinquedos nela. Havia carrosséis e muitas das coisas que poderiam haver em um parque de diversões:



Fui até uma pequena ‘loja’ de comidas, muito parecida com o Mc, mas pena que não era.

Atendente: Oi, pois não
Eu: Um Milk shake de morango
Atendente: Ok, só um momento

Enquanto ela fazia o Milk shake, eu pegava o dinheiro em minha bolsa, mesmo sem saber o preço.

Atendente: Prontinho

Ela me deu o Milk e eu à dei o dinheiro. Enquanto eu andava por ali, encontrei o pequeno jogo de vôlei.



Andei por ali na maior tranqüilidade, não estava nem ai pro jogo. Só ouvi um ‘É sua Justin’ antes de um garoto bater em mim e derramar todo o meu Milk shake em minha roupa.



Caímos os dois no chão, ou melhor, na areia. Todos começaram a rir. Ele me ajudou a levantar.

Garoto: Foi mal

Levantei. Olhei para ele com um olhar completamente matador.

Garoto: Você ta legal?
Eu: A idéia era tomar o Milk shake e não tomar um banho com ele, mas, ta tudo bem.
Garoto: Foi sem querer

Olhei para ele, ele parecia sorrir.

Eu: Ta na cara... esquece.

Sai de perto dele. Quando já estava um pouco longe do mesmo, ele correu até mim e falou;

Garoto: Ai, olha só, eu não queria isso mesmo

Continuei andando, sem ao menos olhar para ele, antes dele ficar em minha frente.

Eu: Já disse isso
Garoto: Meu nome é Justin, eu compro outra blusa para você
Eu: Não, obrigada, to de boa.
Justin: Que é isso, só to querendo ser gentil só isso.
Eu: Ah é? Por isso sai por ai derrubando as pessoas? – falei sarcástica –
Justin: Quer saber? Eu não to a fim de comprar outra blusa para você.

Parei de andar e ele também.

Eu: Não me diga – tom sarcástico –
Justin: Só to aqui dando um tempo para o outro time descansar.
Eu: Nossa, atirado e convencido
Justin: Fica ai para ver o jogo
Eu: - sorri – Eu to fora, mas valeu.

Sai andando, e dessa vez ele não veio atrás de mim. Senti seus olhos...

Continua...

| Karina ON |

Oii’ minhas novas divas, bom, esse foi o primeiro capitúlo de ‘The Last Song’, um #IB que eu ando trabalhando à um bom tempo mas ainda não tive chance de começar à escreve-ló no meu blog [ http://belieberhojeesempre.blogspot.com/ ] e por isso decidi postar ele aqui. Os personagens são:



Bom, espero que tenham gostado e que gostem cada vez mais.

Continua...

13 comentários:

  1. gostei muitoo da história!!
    posta logo!!

    ResponderExcluir
  2. Se o primeiro capitulo já tah incrivel, imagina o resto sz' HAHAHA

    ResponderExcluir
  3. vai ser igual o filme?? e a outra ib????

    ResponderExcluir
  4. Ah ta muto legal amore! To amandoo Continua....Please!

    ResponderExcluir
  5. Vai ser igualzinha ao filme ?? Tá até nos detalhes igualzinho ! Eu amo a Última música demais !!

    ResponderExcluir
  6. OMG ! OMG ! OMB ! OMB ! ISSO È REAL MEU FILME PREFERIDO EM #IB AHHHHH EU SIMPLISMENTE AMO,A-M-O THE LAST SONG,A MILEY,O LIAM,Q NO CASO SERIA O BIEBER,EU SOU SMILER E BELIEBER SZ EU AMO MTOOOOO OS DOIS !!!! È SERIO EU LI ESSE LIVRO,VI ESSE FILME,EU AMOOOOOOOOOO È SERIO ! MAL POSSO ESPERAR PRA CONTINUAÇÃO ...... CONTINUUUUUUUUUUUUUAAAAAAAA
    PS: SOU LEITORA NOVA AQUI *.* <3

    ResponderExcluir
  7. PUTA QUE PARIO, MANW

    Esse blog é foda demais ! Adorando a históriaa'
    Muit boa mesmo, to feliz que tenha uma história com a Miley #DIVA *----*

    HAHA, continua, flor, amei o começo, a história deve ser tão perfeita qnt o filme, né não? KK'

    Cotinuaa *-*

    ResponderExcluir

Adoraria saber o que você achou do capítulo. :)