quarta-feira, 22 de maio de 2013

Gangster Love - Capítulo 17 - I wanna be part of your world!

Você é uma mistura de coisa fofinha com putaria, de palavras meigas com boca suja e isso meio que me enlouquece.

Trailer da fanfic (aqui)
Fanfic Behind The Lights (aqui)
Leia esse capítulo no anime (aqui)

Justin P.O.V
- CARALHO JESSIE DÁ PRA PARAR DE GRITAR? NÃO DÁ PRA DIRIGIR COM VOCÊ GRITANDO COMO UMA LOUCA, PARECE QUE MINHA CABEÇA VAI EXPLODIR! – soquei o volante com raiva, a maluca estava gritando desde que saímos do mercado.
- Eu acabei de ver você matando um ser humano, como você quer que eu fique calma?
- Exatamente como você está agora! – respirei fundo – Pelo menos até eu encontrar um lugar pra parar o carro pra gente tentar dormir.
- Eu to com tanto nojo de você.
- Olha a minha cara de preocupado! – dei risada – Olha Jessie, vamos deixar as coisas bem claro aqui, não é a primeira vez que eu mato uma pessoa, isso não é novidade nenhuma pra mim,algumas vezes na vida precisamos fazer coisas que não agradam aos outros mas que depende da nossa sobrevivência, é isso ai.
- Justin ele tinha filhos, ele tinha uma esposa doente, ele tinha uma vida.
Gargalhei.
- É claro que ele ia dizer isso, ele queria sobreviver, ele poderia dizer qualquer coisa, cara foda-se que o velho morreu, eu não sinto pena de porra nenhuma, foi ele quem se meteu onde não foi chamado, sinto muito, o mundo é assim, hoje foi ele, amanhã pode ser nós dois.
- Simples assim? – ela estava indignada – Eu não acredito que eu estou andando com um cara que mata pessoas sem piedade. Eu me pergunto como ainda estou viva por que olha...
- Não se preocupa, eu não mato mulheres.
- O que?
- É, eu decidi que não vou matar mulheres, tipo nunca. Só machos.
- Uau Justin, que consciente da sua parte, parabéns! – ela riu com cinismo.
- Você fica ai reclamando mas olha só pra gente, temos grana suficiente para fazer compras e voltar para a sua maravilhosa cidade!
- Graças a Deus! – ela suspirou – Eu acho que não conseguiria ficar nem mais um dia com você, eu te odeio, eu tô com medo, com nojo, você é escroto Bieber!
- São três e meia da manhã, acho melhor ficar calada, eu ainda tenho bastante bala aqui, sabe como é.
- Rá rá rá! – ela deu a língua – Bem engraçado você.
- Preciso encontrar um mercado pra comprar comida, eu to com muita fome.
- Você não vai em mercado nenhum, nós vamos achar um lugar pra dormir, isso sim. E eu não to pedindo a sua opinião, eu to mandando você fazer isso.
- Você tá o que? – dei risada.
M A N D A N D O! – gritou no meu ouvido – Até por que você me disse que não costuma atirar em mulheres.
- Estou começando a mudar de ideia sobre isso! – girei completamente o volante entrando em um posto de gasolina.
Tinha um monte de caminhões parados lá, os caminhoneiros sempre dormem em postos  até amanhecer o dia e eles pegarem a estrada de novo. Estava tudo muito escuro mas parecia um lugar tranquilo. Aproveitei pra abastecer, estava quase acabando, esse carro come muita gasolina, puta que pariu.  Quando entrei no carro de novo Jessica estava me olhando com a cara mais feia do mundo, menina enjoada.
- Que foi dessa vez? – afastei o banco pra trás e abri a garrafa de água que tinha comprado em um dos freezers de dólar parados ali – Quer água? – ela mantinha suas pernas encolhidas com as mãos ao redor das mesmas me olhando com a cara de bolacha de sempre.
- Eu quero que você ligue a PORRA DO CARRO E DIRIJA ATÉ UM HOTEL!
- CARALHO JESSICA! – pisei forte no chão do carro – Eu não sei o que é mais irritante, a sua voz de patricinha de Manhattan ou os tímpanos da sua garganta quase estourando de tanto você gritar!
- Eu não vou pegar leve com você Bieber, eu juro que ainda tinha algum tipo de consideração por você, mas depois disso? Depois de hoje? É só mais um babaca que eu tive o desprazer de conhecer, só mais um erro, só mais um arrastão feio que eu dei, como sempre aliás.
- O que demais aconteceu hoje? Você não assiste jornal, não tem internet em casa? As pessoas morrem todos os dias Jessie, é a coisa mais normal do mundo. – bebi um gole de água – Além do mais aquele cara era um bandido.
- Quê? – ela gargalhou – Mano vê se cria vergonha na cara, o homem tava implorando pra você não matar ele, o cara tem família sabe, ele... será que dá pra você parar pelo menos por um segundo? Respeita porra!
- Você é muito inocente Jessie, muito inocente! – me ajeitei no banco – Se lembra da fileira de eletrônicos?
- Que que tem? – disse indiferente.
- Será que você notou que a câmera de lá era igual a que ele estava em mãos?
- Uau, que grande descoberta, por causa disso ele é um ladrão?
- Aiai! – suspirei e dei uma risadinha – Você precisa aprender muitas coisas ainda! – me inclinei por cima dela para abrir o porta-luvas – O que me diz sobre isso?
- O mercado vendia armas também? – ela olhou confusa para a Calibre 38 em minhas mãos – Eu não estou entendendo porra nenhuma.
- Ele era um bandido caralho, e acho que trabalha pro Lucio.
- Que diabos é Lucio?
- Outro Gangster, nada que se compare ao Trevor, mas o cara tinha uma tatuagem da Gangue deles, todos os homens que tem essa tatuagem fazem parte dessa gangue,mas é quase impossível de notar.
- Eu não acredito em você!
- Você viu essa arma antes? Eu acho que não Jessie, por que ela não tava aqui! – eu estava começando a perder a paciência, eu nem precisava explicar nada pra ela só pra começar, essa não é a minha obrigação.
- Beleza Justin, se ele era um bandido por que ele não atirou então? Me diz, por que ele não tentou nos afrontar? Por que ele estava filmando? Não faz sentido caralho!
- Ah, com certeza uma pessoa normal chegaria em um mercado ás duas da manhã, veria dois bandidos armados assaltando e iria pegar uma câmera e sair filmando como se fosse a coisa mais simples do mundo não é? – bebi outro gole – Ele só queria mandar a gravação pro Trevor, mas ele não ia mandar pra policia, eu sei que não.
- Mas por que ele... – ela estava gaguejando.
- Por que ele achou que você fosse uma profissional, uma Gangster, então se ele fingisse ser uma pessoa normal ele teria mais chances de sair vivo, além do mais ele tem cara de ser amador, é um merda, ia morrer de qualquer jeito mais cedo ou mais tarde.
- Quer dizer que todas as minhas lágrimas foram em vão? Eu chorei por causa de um bandido que poderia até mesmo ter me matado e você só me diz isso agora?
Gargalhei alto.
- Mais ou menos isso, foi bem legal a parte em que você chorou como uma louca como se fosse o seu pai ali com um tiro no coração, ah eu também gostei da parte em que queria colocar o corpo dele no porta-malas pra dar um funeral digno! – continuei a rir – Velho essa sem dúvidas foi a melhor!
- IDIOTA! – ela deu um soco no meu braço – EU TE ODEIO!
- Sabe de uma coisa Jessie? – ela me encarou – Você não serve pra assaltar porra nenhuma, sério você simplesmente não nasceu pra isso!
Ela pensou um pouco nas minhas palavras.
- E de repente eu estou aqui querendo fazer parte do seu mundo quando a minutos atrás eu queria enfiar uma faca no seu coração e coloca-lo no lugar do daquele homem baleado na minha frente. – ela riu de si mesma – O mundo dá muitas voltas não é?
- O que isso quer dizer? – questionei me aproximando um pouco e passando um braço pelo seu ombro.
- Que eu posso não ser a melhor assaltante do mundo mas talvez eu possa tentar te envergonhar menos. – nós rimos – Sei lá, de repente isso pode ser legal.
- A primeira coisa que eu diria é que não dá pra se preocupar com a porra da sua unha enquanto está no meio de um assalto, depois que você não pode dizer “Biebs não atira nele por favor”, além de ser muito gay nunca podemos falar o nome de nós mesmos para a vítima! – me aproximei mais – Mas não vou mais contar com você pra isso, já temos dinheiro suficiente.
- Você também me chamou pelo nome! – ela protestou.
- E dai? Se ele falasse o seu apelido pra alguém ninguém nunca ia saber, tipo nunca mesmo.  Mas vai falar meu sobrenome por essas bandas pra você ver!
- Por que você sempre tem razão de tudo? – questionou meio decepcionada.
- Por que eu sou Justin Drew Bieber baby! – de repente me vi sussurrando em seu ouvido, a proximidade de nossos corpos era tentadora, aliás aquela garota por inteiro era tentadora.
-Ah sim, Justin Bieber! – ela riu se afastando um pouco – Essa é a parte em que eu fico te bajulando e dizendo que você é foda e bla bla bla?
- Não baby, essa é a parte em que eu como você todinha! – segurei sua nuca puxando seus lábios para os meus e usei a outra mão para trazer seu corpo para mais perto, acabei batendo a minha cabeça na janela do carro mas foda-se.
Jessica respondeu a minha atitude exatamente do jeito que eu queria, ela começou a tirar minha blusa de frio e a camiseta de baixo, minhas mãos percorriam suas costas e quadril fazendo-a dar leves arrepios. De repente me vi desnudo na parte de cima, também tinha conseguido tirar as blusas que cobriam Jessica Baker Jobs, uma das mais belas beldades de Manhattan.
 Sua risada maliciosa é e sempre será uma das coisas mais atraentes sobre ela.
Empurrei seu corpo com violência para o banco de trás e ela pareceu gostar muito pois rapidamente voltou a colar nossos corpos como se eles tivessem nascido para se encaixarem perfeitamente.  Eu não conseguia esperar por nenhuma preliminar, não tinha se passado nem três dias desde a última vez mas era como se eu não pudesse suportar mais nenhum segundo sem estar dentro dela. Por que ela é uma puta de uma gostosa! Tirei minha cueca no pequeno espaço que consegui encontrar entre nós e levei minha boca até sua calcinha que rasguei com meus dentes brancos impecáveis.
- Você não faz ideia do quanto eu preciso fazer isso! – disse assim que ela mordeu os lábios vendo o volume do meu pênis ereto.
- Façam das suas as minhas palavras baby! – ela envolveu seus braços em meu pescoço e o meu membro tocou a parte interna de sua coxa fazendo-a estremecer, ela já estava toda molhadinha.
- Aw Justin! – ela gemeu assim que penetrei-a, bem devagar para que ela pudesse sentir todo o prazer que aquilo nos proporcionava.
Dizem que quando se usa heroína é melhor do que sete orgasmos de uma vez só. Eu não conseguia pensar dessa forma quando aquela garota era tudo o que eu precisava para realizar as minhas fantasias mais obscuras e quando eu parecia saber o ponto exato para enlouquece-la. É como um amor bandido, você se encaixa, e você nunca quer parar mesmo sabendo de todos os riscos.
- Aw Justin, Aw Justin! – ela mordia os lábios com força tentando amenizar os gemidos, sem contar nas minhas costas que deviam estar sangrando de tanto que ela havia me zunhado, eu aumentava a velocidade cada vez mais, oh céus, aquilo era sem dúvidas melhor do qualquer droga nesse mundo.
- Sabe o que eu sempre quis fazer desde a primeira vez que vi o seu traseiro? – perguntei sem parar de entoca-la.
- O que? – ela perguntou com a respiração ofegante.
- Você de quatro pra mim! – dei uma piscadinha aumentando ainda mais a velocidade.
-Por trás? – ela arregalou os olhos, a testa suada, a respiração entrecortada.
- Caralho! – senti as veias do meu membro engrossarem mas continuei dentro dela por mais alguns segundos até que ela chegasse ao orgasmo.
Porém sai antes que fizesse isso dentro dela e virasse um papai com apenas dezenove anos de idade. Deus me livre de uma coisa dessas. Imagina só essa gostosa do caralho  gorda? Seria um desperdício com certeza. Sem contar que essas paradas de filho envolvem herança, e apesar de eu não ter mais nada agora não seria nada legal.
- Você é ... incrível! – ela sorriu recuperando fôlego.
- É o que todas dizem. – dei uma piscadela e me sentei com as pernas meio abertas, segurei o pênis com as duas mãos enquanto liberava todo o liquido quente.
- Se eu não estivesse muito cansada poderia beber isso com muito prazer!
- Eu já disse que não Jessie! – dei risada soltando meu membro e encarando-a por um breve segundo – Nunca vai beber isso.
- Tá legal! – ela riu e vestiu sua calcinha, então jogou no meu colo a minha cueca onde ela estava sentada em cima.
Ela colocou o sutiã e eu fiquei maluco de novo. Como ela conseguia ser tão gostosa cara? Devia ser pecado ser tão deliciosa assim mano. Tudo naquela garota é excitante, do dedinho do pé até o último fio de cabelo. Eu sempre gostei das morenas, sim, elas sempre foram as minhas preferidas, não que eu não goste de loiras, pelo contrário, eu adoro elas também, até por que o que importa é ter boceta. Em todo o caso a Jessica é diferente das outras, não por que ela é rica, é de Manhattan e certamente não é por que ela é aquele tipo de garota que está preocupada com a sua unha quando está no meio de um assalto. Ela é diferente das outras por que é com ela que eu quero passar o tempo, é com ela que eu quero viver algumas aventuras e é nela que eu penso quando estou pensando em algo formidável para destruir o Trevor, mesmo não fazendo isso, por diversas vezes desde que a conheci é nela que eu sempre penso em contar as novidades, como se os meus amigos fossem sempre a segunda opção pra tudo.
E quando ela contou a verdade pro meu pai,caramba, foi incrível, eu sei, eu fiquei muito puto da vida, é claro. Mas por outro lado eu gostei, por que isso me mostrou que ela não tem medo de mim e isso é algo que não acontece há anos. Eu sei que eu ainda não sou nenhum Trevor mas todo mundo sempre faz o que eu quero, todo mundo tem medo de mim e ela simplesmente não se importa e não liga. Ela é quem é não importa com quem esteja falando. É uma das outras coisas que gosto sobre ela. Eu sei, isso é viadagem, mas porra é exatamente como eu me sinto.
- Que foi? – ela sorriu ao me pegar admirando-a feito um babaca.
- Espera! – puxei contra meu corpo antes que ela vestisse sua blusa e colei nossos lábios, minhas mãos deslizavam-se por suas costas e as dela bagunçavam o meu cabelo enquanto nossas línguas travavam a terceira guerra mundial.
- Justin tem alguém batendo na janela! – ela disse cortando o beijo assim que ouvimos um barulho do lado de fora.
- Foda-se! – continuei beijando-a passando agora para seu pescoço, minhas mãos percorrendo cada canto de seu corpo, explorando cada centímetro daquele paraíso.
- DÁ PRA ABRIR A PORRA DA PORTA? – uma voz grossa gritou e então eu realmente fiquei assustado.
- Merda! – infelizmente tive que me separar dela pulando rapidamente de volta ao banco de motorista onde peguei minha calça e vesti as pressas enquanto Jessie fazia o mesmo, a garota estava tremendo de medo.
- NÃO VÃO ABRIR? – a porra da voz do homem gritou de novo.
- Quem esse cara pensa que é? – abri o porta-luvas e peguei minha arma logo depois de vestir bem mal vestida a minha camisa.
- Tá louco cara? – Jessie ajeitou o cabelo e voltou a se sentar no banco de passageiro ao meu lado – Guarda isso, você não acha que é um bandido não é?
- Pode ser qualquer pessoa! – falei irritado.
- Só que você não vai matar ninguém dessa vez! – ela puxou a arma da minha mão e escondeu atrás de si, antes que eu pudesse protestar ela abriu a janela do carro apertando o botão sem que eu percebesse.
- Ah, o casal resolveu dar as caras? – um homem de cabelos grisalhos abaixou sua cabeça para que pudesse nos encarar com desaprovação – Tá vendo aquele monte de caminhão ali? Viu as luzes acesas? – ele apontou com o indicador e nós assentimos meio confusos – Então, elas estavam apagadas há meia hora atrás quando não tinha dois adolescentes com hormônios a flor da pele transando e gemendo como duas araras! – ele suspirou procurando por ar – Será que seria pedir muito dizer para vocês MANDAREM O PÉ PARA FORA DAQUI?
Engolimos em seco.
- Uh, bem... – liguei a chave de ignição – Acho que posso fazer isso.
- Bom garoto! – ele sorriu sínico e deu dois tapinhas no meu ombro.
- Tchau Senhor! – dei ré para sair dali e ele acenou.
- Espero que estejam usando proteção! – ele gritou quando eu estava prestes a entrar no asfalto.
- Que diabos foi aquilo? – Jessie começou a rir como uma retardada colocando a mão na barriga e balançando as pernas.
- Só não dei um tiro na cabeça dele por que você escondeu a arma! – ela gargalhou.
- Menos mal! – disse aliviada.
Preguei os olhos na estrada e ela colocou o cinto de segurança e abaixou o banco para que ficasse mais fácil de dormir.
- Você acabou nem dormindo não é?
- Eu fiz coisa melhor! – respondi lançando-lhe um rápido sorriso.
- Hoje foi divertido! – ela me deu um selinho e em poucos minutos estava em um sono profundo.
~*~
- Justin para naquele mercado ali mesmo, por favor! – implorou – Nós vamos demorar muito pra chegar nessa cidade ai que você falou, eu to morrendo de fome.
- Por que você quer tanto entrar em um mercado? Essa lanchonete que eu te falei é ótima e fica só a uns vinte min... – ela me interrompeu virando o volante com toda a força sem que eu me desse conta. O carro fez uma virada drástica entrando no caminho para o estacionamento de um pequeno armazém no meio da estrada – SUA MALUCA, SUA LOUCA, VOCÊ QUER NOS MATAR?
- Eu avisei que estava com fome! – disse com sua maior cara de inocente.
- Como eu disse... LOUCA! – peguei minha carteira e sai do carro.
Me encostei na porta do carro com os braços cruzados enquanto a madame resolvia sair do carro por que olha parecia que ela estava lá há dois anos.
- Quantos anos pretende ficar ai? – questionei sem me mover um músculo.
- Tô pronta! – ela finalmente saiu do carro e veio até mim, estava com uma calça de moletom, um tênis, uma blusa de frio e as mãos no bolso da blusa pois estava quase congelando de tanto frio.
- Até que em fim né patricinha! – segurei sua cintura e beijei seus lábios.
- Eu poderia ficar aqui te beijando por que até que você beija bem sabe...mas eu to com muita, muita, muita fome!
- Hum, sei ! – dei risada e peguei sua mão caminhando para dentro do armazém.
- Essa grana dá pra comprar bastante coisa não é?
- Nós roubamos mais de cem mil dólares! – acho que isso respondia a pergunta dela.
- Poderíamos ter roubado muito mais! – ela disse com um sorriso maroto.
- Jessica? – parei por um segundo olhando pra ela – Você tá doente? – ela riu.
- Não Justin! – ela puxou minha mão para continuarmos andando – Só comecei a perceber como é bom fazer parte do seu mundo.
+120 comentários
Eeei eu amo vocês, nunca vou deixar de postar aqui, eu prometo <33 E quanto ao meu sumiço, eu expliquei tudo (aqui) Bjbj, eu amo vocês demais. AH, OBRIGADA PELAS 4 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES, EU SOU TÃO RIDÍCULA QUE SÓ PERCEBI ONTEM :( Muito obrigada cara, vocês são AS MELHORES <33

91 comentários:

  1. ai meu deus que PERFEITO *-* Drika vocÊ é muito Diva cara

    ResponderExcluir
  2. AAAH cada vez mais apaixonada pelo casal, aww <3
    Estou ansiosa para o próximo capítulo Dricka
    @mrs_bieeber

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaaaai cara q perfeito to amando essa ib. @giulyazogno

    ResponderExcluir
  4. Perfeitoo!amei amei amei!sua diiivaa!
    By:Eyshila Sodré

    ResponderExcluir
  5. AI MEU DEUS !!!!! Que cap. perfeito , pelo amor de Deus continua isso , antes que eu tenha um heart atack !!! kkkkkkk bju sua linda e contiua...
    Nathi <3

    ResponderExcluir
  6. Eeei , as vezes fica dificil pra eu postar poq to lendo a fic pelo cel e eer meio complicado comentar , mas ta pfto , continua , e boa sorte nos estudos ><
    By: Sabrina Alves

    ResponderExcluir
  7. Shoooooooooooow!Continua logo!*-*
    Bja @AnaSaviaL

    ResponderExcluir
  8. amei continua logo Dricka tá perfeito. Eu sei como é ficar em recuperação é uma merda e eu espero que vc recupere suas notas DIVA. E espero que vc aproveite muito o seu imtercambio e acho que vai ser demais. Te amo S2

    ResponderExcluir
  9. Que perfeitaaaaaaaao, continua

    ResponderExcluir
  10. que lindooooooooooo >.< tudo lindo e cra eles são mais que loucos kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. socoooooooooorro, esse capitulo ta mais que perfeito!!! N demora pra postar :( @drewgifted

    ResponderExcluir
  12. FODAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA continuaaaa please :)))

    ResponderExcluir
  13. Maaan Ta perfeito *-*
    Continuaa hehe ;)

    ResponderExcluir
  14. Aaah que show
    E uaal q final eim
    Senti sua falta
    Continua beijooo

    ResponderExcluir
  15. SENTI SUA FALTA D:
    PERFEITO,CONTINUA LOGO DRICKA...
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Perfect ... oown' Ameei namoral , como sempre DRICKA é divã !

    ResponderExcluir
  17. SOCORROOOOOOOOOOOOOOOOOO PFÇÃO <3

    ResponderExcluir
  18. Aaaaaaaaaaaaaaaah!
    P
    E
    R
    F
    E
    I
    T
    O

    Continua por favor!!

    ResponderExcluir
  19. muito bommm... continuaaaaaa!!!!!

    ResponderExcluir
  20. Cara que perfeitooo, tô amando de mais, pena que você ta sem tempo, e tá demorando pra postar Dricka :((
    Mas espero que seus problemas acabem logo e você possa postar sempre u.u

    ResponderExcluir
  21. Ooooo loord ta mais q perfeito :)))))))

    ResponderExcluir
  22. Aaaaaaaaaaaah que perfeito cara , continua

    ResponderExcluir
  23. Caralhooooo denorou mais o cap ficpu perfeitooooooooo. Co.tinuua

    ResponderExcluir
  24. ai meu deus que foda!!!! ta perfeitoooooooo continua logo ta muito barriu!!! ♥♥♥

    ResponderExcluir
  25. Dricka sua linda, continua. Cara eles são tão fofos

    ResponderExcluir
  26. Dricka sua linda, continua. Cara eles são tão fofos

    ResponderExcluir
  27. Aaah, OMG, que capitulo perfeito !!!!!

    ResponderExcluir
  28. Continuuuuuuuua, comecei a ler seu ib hj.. E ja li tudo hoje mesmo.

    ResponderExcluir
  29. Drika por favor não demore a postar !!!! Eu amo suas ibs

    ResponderExcluir
  30. cara que perfeita.
    Own flor continua ok? A gente n vai morrer,sqn,se vc n postar pq vc tem sua vida tbm entao relaxa ok?
    Bjs e ate a proxima

    ResponderExcluir
  31. Sempre perfeito *-* continuaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  32. Continuaaaaaa caracaa ta perfeitoooooo bjoooos e continua logo

    ResponderExcluir
  33. Perfeito demais cara, continua o mais rápido possível. É muito tentador uma coisa dessas ! ;3 Kisses ! #thais

    ResponderExcluir
  34. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh que perfeito, já estava pirando sem novos postes aushauahushs

    ResponderExcluir
  35. Amei quando vai postar mais a super perfeita....kiss...

    ResponderExcluir
  36. cada vez mais fica interessante .... continua

    ResponderExcluir
  37. AAAAAAAAAAAA que perfeito !!! Eles tem que começar a namorar logo !!
    Continua !!!! Parabéns ta mto legal sua ib \o/
    -Samy

    ResponderExcluir
  38. Continua por favor!!!

    ResponderExcluir
  39. caramba dricka. tenta postar, acho que suas leitoras estao desistindo ja. sla
    mas adorei o cap, continua. bjs

    (@itscamilasoares)

    ResponderExcluir
  40. Cara mt perfeito!!!!! Continua ta?! Bjus da Bib's

    ResponderExcluir
  41. Ei amore! Como sempre adorei mais um capítulo.. Entendo seu sumiço, mas num esquece da gente não eim! bjão @BrendaBelieve_

    ResponderExcluir
  42. Continuaaaaaaaaaaaa
    - MAriana

    ResponderExcluir
  43. Apaareceu Driickaa ! Q capitulo peeerfeeeeeeeeeitoooo , cooooooontinuuuaa

    ResponderExcluir
  44. Ameiiiiiiii! Continua Dricka! Ai cara ta mto perfeito

    ResponderExcluir
  45. Putz!! Amando sua fanfic ♥

    ResponderExcluir
  46. Bora !!! Geral comentar pra tdas lermos o próximo capitulo :D

    ResponderExcluir
  47. AHHHH PFTO *o* continuaaaaaa logo @s0sbrazilieber

    ResponderExcluir
  48. ai caramba *-------* posta logo plmdds D: - ju

    ResponderExcluir
  49. Que pfto, continua mô! @bodywonderland

    ResponderExcluir
  50. Continua MT perfeito !! *_* !!
    @laurinharesino

    ResponderExcluir
  51. DRIKA MINHA FIA PODE POSTANDO O MAIS RÁPIDO O POSSÍVEL E CARA POSTA A DO ANIME TAMBÉM, EU TÔ LOUCA PRA VER A REAÇÃO DO JUSTIN E A DO RYAN :c AAAAAAAAAA
    TUDO QUE TU FAZ É PERFEITO! DOE UM POUCO DE PERFEIÇÃO PRA MIM ? U_U BJO NO POPO

    ResponderExcluir
  52. Omg Omg Omg,continua por favor,tipo tá perfeita,tipo nada ..está perfeita...@MysweetieBieber

    ResponderExcluir
  53. Nyyyyyya Dricka suaa perfeita u.u
    Ta mto bom :33

    ResponderExcluir
  54. Cap. perfeito mdsssss *-* .. continua <3

    ResponderExcluir
  55. Coontinuaa perfeitoooo e fodaaa demais !

    ResponderExcluir
  56. Diva sempre!! #continua @MarinaVillela12

    ResponderExcluir
  57. Ooonw meeu deus , eles estão muito fofos juntoos . Ta perfeitoo como sempre . Beijoos <3
    By : Maria Laura

    ResponderExcluir
  58. Te amo muitoo continuaaa

    ResponderExcluir
  59. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

    ResponderExcluir
  60. awwwwww,eles estão tão fofos juntos ><
    tá perfeito <3

    ResponderExcluir
  61. *-------------------* que divo!!! ksaoksoaksoksaokas Continua logo!! beijãão
    @Biiia_Torres

    ResponderExcluir
  62. continua!!! ta muito perfeito o melhor imagine que ja li na vida!! *.*

    ResponderExcluir
  63. Tímpanos da garganta? KKKKKKK pqp vacilou hein

    ResponderExcluir

Adoraria saber o que você achou do capítulo. :)